Home > Autoavaliação > EcoSport 2018: em busca da liderança
  • Autoavaliação
  • EcoSport 2018: em busca da liderança
  • O EcoSport lançou mundialmente o conceito de SUV compacto urbano ao ser lançado em 2003. Com nova mecânica e acabamento aprimorado, a linha 2018 quer retomar posição de destaque no segmento, hoje disputado por uma dezena de modelos
  • Por Jorge Meditsch

    Dois novos motores e uma boa mexida nas versões e equipamentos, complementadas por preços competitivos, são as grandes novidades do EcoSport 2018, que já está chegando às concessionárias. A nova linha do SUV urbano da Ford traz uma novidade mundial, o surpreendente motor 1,5 litro com três cilindros e até 137 cv – um alto desempenho para um motor aspirado e com injeção de combustível multiponto tradicional. No topo da linha, o motor é o 2,0 litros com injeção direta e 176 cv, o mais potente do segmento dos SUVs compactos nacionais.

    Lançado em 2003, o EcoSport foi pioneiro mundial no segmento de SUVs compactos com vocação predominantemente urbana. Sua versão inicial usava a plataforma do Fiesta e foi um sucesso imediato, que levou ao surgimento de modelos semelhantes de várias marcas e em todo o mundo. Curiosamente, a ideia de construir um utilitário sobre a plataforma do Fiesta teria surgido numa descontraída conversa de bar, com o primeiro esboço feito num guardanapo de papel.

    Duas novidades muito bem-vindas, presentes em toda a linha 2018, são a presença de sete airbags e do controle eletrônico de estabilidade, duas garantias de segurança adicionais que deveriam ser levadas em conta com muita atenção pelos consumidores. Segurança deveria ser um fator de escolha na hora da compra, basta ver o que os últimos testes de colisão da Latin Ncap têm constatado no mercado brasileiro. Além disso, o EcoSport 2018 passou por mudanças estruturais e, na apresentação à imprensa, os executivos da Ford se disseram ansiosos por ver o modelo passar pelos testes da Latin Ncap.

    Nova cara

    Nas ruas, o EcoSport 2018 pode ser identificado pela nova configuração dianteira: o carro ganhou nova grade, mais elevada e com acabamento mais detalhado e um ‘power dome’ (protuberância arredondada) sobre o capô. Com isso, a impressão é de maior volume, o que costuma agradar aos compradores de utilitários. Um detalhe não visível é o controle ativo da grade frontal, que pode ser fechada quando não houver necessidade de ventilação do motor, melhorando a aerodinâmica e reduzindo o consumo de combustível.

    Na traseira, há um novo para-choque e o tradicional pneu sobressalente pendurado na porta – detalhe que persiste na versão brasileira, mas sumiu nos EcoSports vendidos em outros mercados (além do Brasil, onde está estreando, o EcoSport será produzido em outros cinco países).

    Por dentro

    Uma clara evolução ocorreu no acabamento interno, onde se destacam materiais de melhor qualidade que os usados nos modelos anteriores como, por exemplo, o usado na parte superior do painel, de toque suave. Nas versões automáticas, o volante traz palhetas para trocas de marcha manuais. O console central tem apoio para o braço e há um total de 20 porta-objetos, incluindo porta-luvas climatizado – não muito grande - porta-óculos no teto e um prático nicho para o celular.

    Na parte traseira há bom espaço para as pernas dos passageiros, mesmo os de maior altura. Os bancos traseiros são rebatíveis totalmente, o que permite ampliar o porta-malas, que conta com três configurações de assoalho e pode formar uma plataforma plana com o banco traseiro rebatido.

    O motor 1,5 litro tem desempenho surpreendente para sua cilindrada. Ele está estreando mundialmente no EcoSpot brasileiro

    Rodando

    Concentramos nosso primeiro contato com o EcoSport 2018 na versão intermediária Freestyle, equipada com o novo motor 1,5 litro e câmbio automático. Rodando em trechos urbanos e em estrada sempre plana, a combinação agradou pela sua agilidade e suavidade nas trocas de marchas. O carro responde bem quando se pisa mais forte no acelerador e impressiona bem pelo silêncio interior e boa estabilidade – uma característica da marca.

    No lançamento, o motor 1,5 litro virá da Índia. Ele passará a ser feito no Brasil mais no final do ano. A Ford está importando novo maquinário para sua produção, que exige níveis de tolerância bem mais altos do que os usados nos motores atuais.

    Recheios

    O Novo EcoSport traz de série, em todas as versões, o assistente de partida em rampa, monitoramento de pressão dos pneus e controle de estabilidade com sistema anticapotamento (RSC). Também tem sistema multimídia é SYNC 3, com tela de 6,5 polegadas (versão SE) ou 8 polegadas (no Freestyle e Titanium), conectividade para Android Auto e Apple CarPlay e outros recursos, como o AppLink e a Assistência de Emergência (que contata o SAMU automaticamente em caso de acidente).

    Preços e versões

    A versão básica SE tem motor 1,5 litro e pode ter câmbio manual ou automático e conta com sete airbags, controle de estabilidade e tração, multimídia SYNC 3 com tela de 6,5”, sensor de pressão dos pneus, sensor de estacionamento traseiro e rodas de liga leve de 15”. A opção manual custa R$ 73.990,00 e a automática, R$ 82.990,00.

    A versão Freestyle, também 1.5 e disponível como manual ou automática, tem como diferenciais o SYNC 3 com tela de 8”, câmera de ré, ar-condicionado automático e digital, faróis com luzes diurnas de LED, tela multifuncional de 4,2”, bancos em tecido e couro e rodas de liga leve de 16”. Sai por R$ 81.490,00 com câmbio manual e R$ 86.490,00 na opção automática.

    O topo de linha Titanium tem motor 2.0 e câmbio automático e tem teto solar elétrico, sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, acesso inteligente e sistema de partida sem chave, faróis de xenônio, sistema de som Sony com 9 alto-falantes, bancos de couro e rodas de liga leve de 17”. O preço é R$ 93.990,00. A Ford aposta que a versão mais cara deverá representar até 30 por cento das vendas do EcoSport.

    Publicado em 02/08/2017

    Galeria Relacionada 02/08/2017 - EcoSport 2018

    -


    Copyright © 2014 - Autoestrada.com.br - todos os direitos reservados